Discurso em defesa do Tiririca

O SR. PRESIDENTE (Amauri Teixeira) – Concedo a palavra ao Deputado Vicentinho, pelo Partido dos Trabalhadores.
O SR. VICENTINHO (PT-SP.) – Sr. Presidente, para mim é uma honra fazer este pronunciamento sob a presidência de V.Exa., grande irmão de partido, homem de história da nossa Bahia, do nosso Brasil.
Sras. e Srs. Deputados, conta-se que um senhor muito arrogante foi atravessar o Rio São Francisco. Em cima da canoa em que ia, falava inglês ao celular e perguntava ao canoeiro se sabia falar inglês. E o canoeiro respondeu que não. Daí o senhor disse ao canoeiro que ele estava perdendo metade de sua vida. E o canoeiro seguiu remando rio adentro. Em determinado momento, ele ligou o computador e perguntou ao canoeiro se sabia mexer com computador. E o canoeiro novamente disse-lhe que não. Novamente o homem repetiu ao canoeiro que ele estava perdendo metade de sua vida. Esse senhor continuava a apresentar-se de maneira arrogante, enquanto o canoeiro remava água adentro pelo velho e amado Rio São Francisco.
Depois, perguntou a ele: você sabe ler e escrever corretamente? O homem não tinha tido oportunidade de estudar e falou que a vida dele era transportar pessoas, transportar frutas, transportar aquilo que era produzido para matar a fome do povo. Ele disse: olha aí, você está perdendo a metade da sua vida.
Ocorre, Sr. Presidente, que no caminho a canoa furou, bateu numa pedra e começou a afundar. Aí, o canoeiro gritou: o senhor sabe nadar? Ele falou que não sabia. Então, o senhor estáperdendo a vida toda. Estou contando esta história, caros telespectadores, colegas Parlamentares, porque quero, hoje — e não tenho procuração para falar em nome dele, até porque não sou do seu partido —,falar em defesa do Deputado Tiririca, que está servindo de galhofa pela mídia e até por colegas daqui porque reivindicou o direito, como Parlamentar, de participar da Comissão de Educação e Cultura desta Casa.
Por que estou em defesa do nobre colega Tiririca? Primeiro, porque S.Exa é o Deputado mais votado desta Casa, o mais representativo. Se o povo votou por gozação, por protesto, mas o povo votou. Se há questionamento sobre a capacidade dele, devia ter havido na hora da inscrição da sua candidatura.
Tiririca, sindicalizado, sua profissão é de palhaço, grande líder da cultura popular, conhece a cultura do seu povo como ninguém. Às vezes, irrita-me quando percebo que determinado intelectual é como o intelectual do canoeiro, que acha que cultura é só aquela dos mais profundos livros, das mais profundas óperas, ou dos teatros mais elitizados possíveis. A cultura que enriquece nosso povo não pode ser só a elitista. A cultura que enriquece o nosso povo… Ah! Como seria bom se esse povo preconceituoso passasse um dia com o povo mais simples deste País, no forró, nas cantorias, nas poesias, nos luais, ouvindo os sábios que muitas vezes não entraram na escola.
Lembre-se, Sr. Presidente, de que, quando Lula foi candidato a Presidente da República, foi chamado de analfabeto, mas foi o que mais contribuiu para a educação na história deste País, o que mais construiu para o Brasil. Por isso me incomodo. Tiririca teve mais de 1 milhão e 300 mil votos e vem até aqui com humildade — podem verificar que S.Exa. está aqui de forma humilde, quieto em seu canto. Espero, desejo que S.Exa. seja o melhor Deputado, que traga as melhores lições. Sabe de onde? Não da teoria, mas da prática, da sua vivência como Deputado do povo.
Quero aqui reafirmar: que tipo de cultura queremos que enriqueça nosso País? É a cultura que apenas ajude o povo a ser alienado? Dependendo de quem pensa a cultura, ela aliena, explora, domina, rouba, exclui. A cultura que vem do povo, ao contrário, participa, salva, faz crescer, nos faz mais irmãos, nos faz mais solidários.
Querem cultura mais bela do que a da comunidade indígena, que trata o mais velho com o maior respeito, com a maior autoridade; que trata as crianças com um carinho especial, angelical? Isso não aprendemos nesses grupos isolados, donos de jornais e de revistas, nesses grupos de Parlamentares que, muitas vezes, não sabem o que é um prego em uma barra de sabão!
Por isso, quero manifestar minha solidariedade a esses ataques infelizes — na minha terra, se diz infeliz da costa oca — , vindos exatamente de pessoas que têm preconceito e que acham que aqueles do povo não podem ser o que querem ser. Companheiro Tiririca, conte com o nosso apoio, e traga para cá o drama dos artistas populares, daqueles que não têm nenhuma regulamentação, daqueles que são maltratados nas esquinas. Que você traga para cá, Tiririca, o drama dos palhaços e profissionais dos circos, que estão se acabando, perdendo empregos, vendo morrer uma cultura tão bela. Que você traga para cá o valor da história contada pelo violeiro de Antônio Conselheiro, de Zumbi de Palmares. É isso o que pretendemos.
Esta é a Casa do povo! Reafirmo: se a eleição do Tiririca foi uma surpresa — e foi — , S.Exa. está aqui eleito por uma representatividade extraordinária e merece respeito.
Por isso, quero agradecer ao meu Partido dos Trabalhadores, por me permitir este momento de diálogo, na condição de partido irmão dos outros partidos, que se utiliza de pronunciamentos parlamentares para manifestar esse fato.
Não é possível. Precisamos efetivamente acabar com essa pobreza. A cultura popular enriquece a alma. Ai dos pobres de espírito! Ai daqueles que não conseguem verificar no povo a grande riqueza libertadora que alimenta a alma! Ai daqueles que não permitem que as pessoas do povo estejam aqui para representar o interesse do seu povo!
Ao defender o Deputado Tiririca, estou defendendo o direito das pessoas do povo, por mais simples que sejam, porque às vezes o mais simples é maior do que aquele que aparenta o todo-poderoso.
Aqui nós somos iguais. Aqui, não adianta o Deputado ter uma ou dez fazendas, ter uma empresa. Aqui, nós somos iguais e, na condição de iguais, Tiririca tem que ser tratado com o devido respeito.
Por isso, Sr. Presidente, meus colegas Deputados, quero fazer esse pronunciamento, porque eu me sinto atingido.
Eu sou de um lugarzinho muito amado, chamado Acari, sertão do Rio Grande do Norte, para onde vou todos os anos. Estou torcendo para que o Açude de Gargalheiras sangre, porque é um belo açude no nosso Seridó. Sou das fábricas do ABC, da Mercedes-Benz, das comunidades mais carentes.
Meus colegas Deputados, convidamo-os a visitarem o povo mais simples, para que aprendamos com esse povo. E o Tiririca tem muito potencial para nos dar.
Muito obrigado, Sr. Presidente.
Eram essas as minhas manifestações.
O SR. PRESIDENTE (Amauri Teixeira) – Parabéns, Vicentinho.
Sua coragem inspira a todos nós.

O SR. PRESIDENTE (Amauri Teixeira) – Concedo a palavra ao Deputado Vicentinho, pelo Partido dos Trabalhadores.O SR. VICENTINHO (PT-SP.) – Sr. Presidente, para mim é uma honra fazer este pronunciamento sob a presidência de V.Exa., grande irmão de partido, homem de história da nossa Bahia, do nosso Brasil. Sras. e Srs. Deputados, conta-se que um senhor muito arrogante foi atravessar o Rio São Francisco. Em cima da canoa em que ia, falava inglês ao celular e perguntava ao canoeiro se sabia falar inglês. E o canoeiro respondeu que não. Daí o senhor disse ao canoeiro que ele estava perdendo metade de sua vida. E o canoeiro seguiu remando rio adentro. Em determinado momento, ele ligou o computador e perguntou ao canoeiro se sabia mexer com computador. E o canoeiro novamente disse-lhe que não. Novamente o homem repetiu ao canoeiro que ele estava perdendo metade de sua vida. Esse senhor continuava a apresentar-se de maneira arrogante, enquanto o canoeiro remava água adentro pelo velho e amado Rio São Francisco.
Depois, perguntou a ele: você sabe ler e escrever corretamente? O homem não tinha tido oportunidade de estudar e falou que a vida dele era transportar pessoas, transportar frutas, transportar aquilo que era produzido para matar a fome do povo. Ele disse: olha aí, você está perdendo a metade da sua vida.
Ocorre, Sr. Presidente, que no caminho a canoa furou, bateu numa pedra e começou a afundar. Aí, o canoeiro gritou: o senhor sabe nadar? Ele falou que não sabia. Então, o senhor estáperdendo a vida toda. Estou contando esta história, caros telespectadores, colegas Parlamentares, porque quero, hoje — e não tenho procuração para falar em nome dele, até porque não sou do seu partido —,falar em defesa do Deputado Tiririca, que está servindo de galhofa pela mídia e até por colegas daqui porque reivindicou o direito, como Parlamentar, de participar da Comissão de Educação e Cultura desta Casa.
Por que estou em defesa do nobre colega Tiririca? Primeiro, porque S.Exa é o Deputado mais votado desta Casa, o mais representativo. Se o povo votou por gozação, por protesto, mas o povo votou. Se há questionamento sobre a capacidade dele, devia ter havido na hora da inscrição da sua candidatura.
Tiririca, sindicalizado, sua profissão é de palhaço, grande líder da cultura popular, conhece a cultura do seu povo como ninguém. Às vezes, irrita-me quando percebo que determinado intelectual é como o intelectual do canoeiro, que acha que cultura é só aquela dos mais profundos livros, das mais profundas óperas, ou dos teatros mais elitizados possíveis. A cultura que enriquece nosso povo não pode ser só a elitista. A cultura que enriquece o nosso povo… Ah! Como seria bom se esse povo preconceituoso passasse um dia com o povo mais simples deste País, no forró, nas cantorias, nas poesias, nos luais, ouvindo os sábios que muitas vezes não entraram na escola.
Lembre-se, Sr. Presidente, de que, quando Lula foi candidato a Presidente da República, foi chamado de analfabeto, mas foi o que mais contribuiu para a educação na história deste País, o que mais construiu para o Brasil. Por isso me incomodo. Tiririca teve mais de 1 milhão e 300 mil votos e vem até aqui com humildade — podem verificar que S.Exa. está aqui de forma humilde, quieto em seu canto. Espero, desejo que S.Exa. seja o melhor Deputado, que traga as melhores lições. Sabe de onde? Não da teoria, mas da prática, da sua vivência como Deputado do povo.
Quero aqui reafirmar: que tipo de cultura queremos que enriqueça nosso País? É a cultura que apenas ajude o povo a ser alienado? Dependendo de quem pensa a cultura, ela aliena, explora, domina, rouba, exclui. A cultura que vem do povo, ao contrário, participa, salva, faz crescer, nos faz mais irmãos, nos faz mais solidários.Querem cultura mais bela do que a da comunidade indígena, que trata o mais velho com o maior respeito, com a maior autoridade; que trata as crianças com um carinho especial, angelical? Isso não aprendemos nesses grupos isolados, donos de jornais e de revistas, nesses grupos de Parlamentares que, muitas vezes, não sabem o que é um prego em uma barra de sabão!
Por isso, quero manifestar minha solidariedade a esses ataques infelizes — na minha terra, se diz infeliz da costa oca — , vindos exatamente de pessoas que têm preconceito e que acham que aqueles do povo não podem ser o que querem ser. Companheiro Tiririca, conte com o nosso apoio, e traga para cá o drama dos artistas populares, daqueles que não têm nenhuma regulamentação, daqueles que são maltratados nas esquinas. Que você traga para cá, Tiririca, o drama dos palhaços e profissionais dos circos, que estão se acabando, perdendo empregos, vendo morrer uma cultura tão bela. Que você traga para cá o valor da história contada pelo violeiro de Antônio Conselheiro, de Zumbi de Palmares. É isso o que pretendemos.Esta é a Casa do povo! Reafirmo: se a eleição do Tiririca foi uma surpresa — e foi — , S.Exa. está aqui eleito por uma representatividade extraordinária e merece respeito.
Por isso, quero agradecer ao meu Partido dos Trabalhadores, por me permitir este momento de diálogo, na condição de partido irmão dos outros partidos, que se utiliza de pronunciamentos parlamentares para manifestar esse fato.
Não é possível. Precisamos efetivamente acabar com essa pobreza. A cultura popular enriquece a alma. Ai dos pobres de espírito! Ai daqueles que não conseguem verificar no povo a grande riqueza libertadora que alimenta a alma! Ai daqueles que não permitem que as pessoas do povo estejam aqui para representar o interesse do seu povo!
Ao defender o Deputado Tiririca, estou defendendo o direito das pessoas do povo, por mais simples que sejam, porque às vezes o mais simples é maior do que aquele que aparenta o todo-poderoso.
Aqui nós somos iguais. Aqui, não adianta o Deputado ter uma ou dez fazendas, ter uma empresa. Aqui, nós somos iguais e, na condição de iguais, Tiririca tem que ser tratado com o devido respeito.Por isso, Sr. Presidente, meus colegas Deputados, quero fazer esse pronunciamento, porque eu me sinto atingido.
Eu sou de um lugarzinho muito amado, chamado Acari, sertão do Rio Grande do Norte, para onde vou todos os anos. Estou torcendo para que o Açude de Gargalheiras sangre, porque é um belo açude no nosso Seridó. Sou das fábricas do ABC, da Mercedes-Benz, das comunidades mais carentes.
Meus colegas Deputados, convidamo-os a visitarem o povo mais simples, para que aprendamos com esse povo. E o Tiririca tem muito potencial para nos dar.
Muito obrigado, Sr. Presidente.Eram essas as minhas manifestações.
O SR. PRESIDENTE (Amauri Teixeira) – Parabéns, Vicentinho.Sua coragem inspira a todos nós.

Compartilhe clicando nos ícones abaixo:
Share

65 comentários em “Discurso em defesa do Tiririca

  1. Avatar
    comunicacao Autor do post

    obrigado pela sua mensagem.

  2. Avatar
    comunicacao Autor do post

    obrigado companheiro. suas palavras me alegram. desculpa a demora em responder.
    abçs
    Vicentinho

  3. Avatar
    Isaac

    Parabéns pelo pronunciamento, encantado com o uso das palavras. De coração Parabéns.

    Um abraço

  4. Avatar
    mauro sergio

    Gostaria que este discurso fosse verdade pois nós votamos pelo interesse do povo mas quando estão ai esquece quem os elegeu lembra do povo só proximo da eleição , é verdade que o povo votou no tiririca por falta de opções ,ou como um protesto mas vejo somente nossos representantes que voce disse a casa do povo mas não é casa do povo a casa dos interesses , me diga tem algum patriota nesta casa .
    Me diga cade o dinheiro que foi desviado pelos deputados ou senadores , tem uma CPI e tudo arquivado muito simples .
    Enquanto os hospitais tem filas enormes não tem condições de tratar o povo me diga cade os impostos que pagamos que é maior do mundo em vez de diminuir as despesas é mais facil colocar outro imposto , Enquanto outros paises de primeiro mundo investe em educação aqui nossos representantes (partido politicos ) querem diretoria será que querem trabalhar ou desviar verbas , Petrobras é um exemplo bem claro fazem uma propaganda que o petroleo é do povo , mas que povo pois vi uma reportagem do Kait que o povo recebe uma parte do dinheiro tem a maior universidade do mundo , tem centro de pesquisa .
    Quando comentar sobre nossos representantes eu faço uma pergunta direta voçê é patriota ou
    está ai somente para fazer numero me responda por favor e pergunte aos outros deputados , lembre-se voce é exemplo se uma criança ver todo mundo tirar vantagem ela vai achar que isso é natural , o que voces fazem vai refletir no futuro a impunidade tudo mas sua seus filhos netos vai querer isto para ele .

  5. Avatar
    ivadil pereira

    DEPUTADO AMIGO FOI COM GRANDE PRASER QUE VI VC REPRESENTAR SEUS ELEITORES -QUE TODOS QUERIA DEFENDER ESTE DEPUTADO QUE MESMO EU NÃO TENDO VOTADO NELE , MAIS ELE FOI LEGITIMENTE, CANDIDATO E ELEITO E COMO CIDADÃO E REPRESENTANTE DO POVO QUE É DEVE SER RESSPEITADO -E TE AGRADEÇO MAIS UMA VEZ – ESTE NOBRE DEPUTADO VICENTINHO. UM ABRAÇO
    IVADIL DE PINDAMONHANGABA

  6. Avatar
    Orlando de Paula Souza

    Bem Sr.Deputado qt ao pronunciamento em favor do Deputado Tiririca achei muito oportuno, pois o nome do deputado era motivo de chacota na mídia, sendo que a maioria elitizada ñ sabe o real valor da cultura popular, mas ele que ja rodou por este País todo deve saber muito mais que alguns engravatadinho que ñ conhece um guatambú ou uma taboca e nem para que servem, ñ têm o minimo de conhecimento de que o arroz e feijão que estão sobre sua mesa passaram por mãos calejadas que manipulavam com certa destreza e magia um cabo de guatambú, taboca ou guajuvira, ou um par de cambitos para debulhar o feijão que sacia sua fome. Se esta elite precisar colher sua comida será como o arrogante que esnobova o canoeiro, muito bem dito Sr. Deputado (parabéns) que DEUS esteja contigo e te ilumine sempre.abraços deste seu companheiro de luta.

  7. Avatar
    Orlando de Paula Souza

    Eu Orlando ( Eletricista de Manutenção)que ja fui metalurgico em SBC ja participei de vários movi entos pelo sindicato, e também ja amarguei medos e desventuras pensando numa demissão quando em 1979 trabalhava na ARTEB, de onde surgiu o companheiro de luta (EXPEDITO) em 1979 qd houve a intervenção do predio do sindicato pelo Ministro Murilo Macedo, estive no predio em fente onde o sindicato alugou e la havia muito arroz, feijçao , produtos ñ pereciveis p que os sindicalizados pudessem suportar o longo período da greve, junto c o compaheiro (cicero) sacolinha de SCS, o Adilsom estudante da jornalimo na metodista, o Cafu (Sr Alcides)de SCS ex presidente tbm do sindicato, e uma vez chegamos a tomar uma cachacinha junto c o menegheli, o alemãoe o lula por volta da hora do almoço, me lembro bem que o lula calmamente dizia , companheiros sindicato na vdade ñ é aquele predio que ali est´e em posse do ministro do trabalho, mas sim isto aqui, é a união de trabalhadores, então nossa sede está improvisada aqui em frente, td bem.
    continuemos nossa luta de qqer maneira nguem poderá nos calar.
    V.Exa. hoje sou Policial a mais de vinte anos, Investigador de Polícia e aguardamos ansiosamente a aprovação da PEC 300, bem como a lei 51/85 pq estamos com os salários muito defasado, sem nenhum pder de compra, nem mesmo de manter um certo padrão de vida que tinhamos a vinte anos atrás qd nosso salario era aproximadamente onze a doze salários mínimos, sendo que está dificil manter noosos filhos na escola, pagar moradia decente, transporte e alimentação, ñ sei se o nobre deputado está a par de nossa situação,mas hj nosso salario gira em torno de cinco (5) salários minimos, como é que podemos ter uma vida decente,E EVITAR QUE ALGUNS COLEGAS SEJAM SUBORNADOS? E CORRUPTOS MUITOS QUEREM HONRAR A CARREIRA QUE ABRAÇARAM, MAS COMO SE SEU PROPRIOS FILHOS ESTÃO PASSANDO FOME? TENHO CERTEZA QUE SE HOUVER UM SALARIO DIGNO SERIAM OS MELHORES DO MUNDO, PQ VONTADE Ñ NOS FALTA. E eu que ja lutei ao seu lado tanto no sindicato como no PT espero de V.Exa. apreciação, pq segurança V.Exa sabe que ñ é brincadeira não, hj resido na cidade jaboticabal, mas V.Exa, bem como os colegas que em SCS e do PT continuam vivo em mim, porisso gostaria de ter a honra em saber que nos apoia, pq meu apoio e de minha familia foi incondicional p V.Exa. Abraços Deputado me represente c dignidade e honradez pq noso povo e categoria espera muito de V.Exa. obrigado.

  8. Avatar
    Lorde Lobo

    Caro Deputado Vicentinho,
    Tomei conhecimento pelo seu trabalho por meio do Projeto de Lei N.º 6.060-A, de 2009, porque sou quadrinista independente e, portanto, não conto com apoio editorial algum. Infelizmente, os produtores de histórias em quadrinhos no Brasil precisam viver de outras formas, que não exercendo o que mais gostam e sabem fazer: histórias em quadrinhos. Aliás, a única maneira de se viver como quadrinista é se vendendo para a indústria norte-americana (ou de outros países), que domina nossas bancas de revistas com seus personagens. Infelizmente, o Governo investe em produção de fumo, mas não na produção de histórias em quadrinhos… é melhor patrocinar o câncer dos brasileiros a dar-lhes um pouco de entretenimento.
    Nossas crianças crescem sonhando em serem salvas por algum super-herói estrangeiro, seja ele o Superman, Batman, Hulk ou qualquer outro…
    Brasileiro já chegou ao ponto de não aceitar a ideia de um super-herói nacional! Para eles lerem, tem que ser gringo!
    Escrevi tudo isso porque me sinto tão injustiçado quanto o deputado Tiririca. Trabalhar com cultura brasileira, no Brasil, é fora de moda!
    Ainda bem que existem políticos como o senhor, Vicentinho, que enxergam mais perto (quanto todos só querem enxergar mais longe).
    Grande abraço!

    Lorde Lobo
    http://www.lordelobo.com.br

    PS: no Projeto de Lei N.º 6.060-A, de 2009, o senhor cita o criador da Turma da Mônica como “Maurício de Souza”, quando a escrita correta do nome dele é Mauricio de Sousa (sem acento no “i” e com “s” e não “z”). Espero ter colaborado.

  9. Avatar
    Rafael Alves Prazeres


    Rafael Alves Prazeres:

    Belo discurso, mas não é somente este pronunciamneto que mudará toda a hist´ria desta casa que realmente é do povo.Mas do que belos discursos o povo necessita sim de uma educação digna, de igualdade de oportunidades quando o assunto é educação, é evidente que o conhecimento da vida enriquece a qualquer um, e muito, ninguém aprende se não com a vida, vivência.Acredito sim que o Deputado Tiririca tenha condições de fazer parte desta pasta e que pode contribuir para mudanças necessárias, pois ele melhor que muitos dos diplomados sabe o quanto a educação formal e até mesmo profissional lhe faz falta pois é exatamente por falta dela que sofre este descaso por parte desta casa.Enfim, se ele, como representante do povo se por realmente no lugar do povo e levar a sério seu compromisso com a educação posso ter a certeza de que ele saberá que a educação básica é a base de um bom desenvolvimento moral, cívico e patriótico, desta forma o jovem pode devolver ao seu país aquilo que ele lhes proporcionou, ao invés de depender exclusivamente de auxílios e de programas de erradicação da miséria que é uma forma de estampar que o país é de fato subdesenvlvido, educacionalmente,econômicamente e politicamente.

  10. Avatar
    Rafael Alves Prazeres

    Belo discurso, mas não é somente este pronunciamneto que mudará toda a hist´ria desta casa que realmente é do povo.
    Mas do que belos discursos o povo necessita sim de uma educação digna, de igualdade de oportunidades qunado o assunto é educação, é evidente que o conhecimento da vida enriquece a qualquer um, e muito, ninguém aprende se não com a vida, vivência.
    Acredito sim que o Deputado Tiririca tenha cpndições de fazer parte dsta pasta e que pode cntribuir para mudanças necessárias, pois ele melhor que muitos dos diplmados sabe o quanto a educação formal e até mesmo profissional lhe faz falta pis é esatamente por sua falta dela que sfre este descaso por parte desta casa.
    Enfim, se ele, como reprsentante do povo se por realmente no lugar do povo e levar a sério seu compromisso com a educação posso ter a certeza de que ele saberá que a educação básica é a base de um bom desenvolvimento moral, cívico, patriótico, desta forma o jvem pode devolver ao seu país aquilo que ele lhes proorcionou, ao invés de depender exclusivamente de auxílios e de programas de erradicação da miséria que é uma forma de estampar que o país é de fato subdesenvlvido, educacionalmente e econômicamente.

  11. Avatar
    Paula Leite

    Querido Dep. Vicentinho, tenho maior orgulho de ser sua eleitora.
    Continue sendo você mesmo: humilde, solidario, companheiro, pé no chão e coerente.
    E espero que suas sabias palavras sirvam para reflexão de muitos Parlamentares e que eles tirem as vendas da arrogancia e que de fato representem o POVO.
    O povo tá se politizando e daqui a pouco, e que não demore, não haverá mais lugar pra políticos que se elegem com votos de cabresto.

  12. Avatar
    Fábio Alexson

    Muito bom!

    As pessoas se esquecem que a cultura erudita se alicerça na cultura popular…
    O que é pior? Um analfabeto com boa índole, ou um letrado Ladrão?

  13. Avatar
    ADRIANO G.DE OLIVEIRA(CB PM ADRIANO)


    ADRIANO G.DE OLIVEIRA(CB PM ADRIANO):

    Parabéns Companheiro VICENTINHO, qdo estive aí em Brasilia no ultimo dia 22/02/11 e falei com o Dep.Tiririca no saguão desta casa , percebi como ele estava incomodado até pq sempre passavam diversas pessoas entre elas parlamentares e sempre tinha comentarios, com toda verdade eu mesmo me senti mal pela falta de respeito que as pessoas mais esclarecidas tem ao nosso respeito, por sermos de familias humildes .Mas a sua fala com certeza ecoou em toda a camara dos deputados e consequentemente irá ecoar em todo o Brasil, digo isto pq hj recebi mensagens de um site Nacional dos Policiais e Bombeiros do Brasil, e esse site é NACIONAL e nele esta falando sobre seu APOIO ao Dep.Tiririca.Um abraçoCB PM ADRIANO (Choque/SP)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *